Crianças + Livros: conselhos para formar bons leitores

Lagarta Pintada 2 22:46

Na primeira gravidez, lembro perfeitamente do meu principal sonho  quando eu contemplava a nova vida que me esperava a partir do nascimento do meu filho. Na minha imaginação, fantasiava uma imagem de mãe e filho juntos na seção infantil de uma livraria, felizes, escolhendo livros para levar para casa. Era meu ideal de momento familiar irretocável, pronto para o álbum de fotografia...




Livros estão nas minhas memórias de infância como meus melhores brinquedos, meu divertimento número um nas férias. Por isso, fazer meu filho gostar de ler era uma prioridade tão absoluta que acho que, se não beirava as raias da paranóia, certamente invadia as da chatice... Não foi um caminho fácil, ele tinha dificuldades no começo, achava ruim, a concentração era um desafio. Depois, custamos a nos entender sobre os melhores títulos para ele ler... mas chegamos lá. Hoje, vejo que ele, com 17 anos em plena era da internet e da diversão digital fácil, é capaz de passar um dia inteiro devorando um livro só pelo prazer de uma boa história.



Penso que existem três grandes fatores para formar bons leitores. Primeiro, o exemplo. Seja honesto consigo: você não tem o hábito de ler e não tem livros em casa, é mais difícil transmitir a seu filho que a leitura é um valor em si. Ver os pais lendo desperta na criança pequena o primeiro instinto do aprendizado, que é o da imitação. Como diria Hannibal Lecter em O silêncio dos inocentes, "nós começamos a cobiçar aquilo que vemos todos os dias".

Em segundo lugar, as escolhas. A internet está cheia de listas prontas sobre os melhores livros para comprar, dicas que não ultrapassam o bom senso. Mas, convenhamos, qual é a chance de você estar munido de uma lista na hora em que passar na frente de uma livraria com seu filho e surgir a oortunidade de levar um exemplar para casa? Mais do que indicações, é preciso critérios.

Por fim, como ler com seus filhos. Sim, porque na base de tudo, está a leitura a três. É daí que nasce o amor pelas histórias e a fascinação pelas letrinhas no papel. Eu percebo claramente o momento em que dei um passo certeiro para despertar o gosto pelos livros em LL: durante meses eu lia todas as noites, religiosamente, um longo trecho dos livros da série do Harry Potter. Fazia as vozes de Hagrid, Dumbledore, Snape, Professora Minerva e por aí vai. Para ele, na época com 5 anos e apaixonado pelo filme, a minha "encenação" era algo quase mágico, ansiosamente aguardado e, mesmo que eu quisesse fugir à responsabilidade e "pular" um dia de leitura, ele não deixava.

Pensando em tudo isso, resolvi publicar no Lagarta Pintada uma série de posts com conselhos práticos para entusiasmar os pequenos pela leitura. Como o desenvolvimento infantil requer estratégias diferentes por parte dos pais em cada idade, separararei os posts por faixa etária. No próximo, falarei sobre opções de leitura para bebês de 0 a 6 meses. Sim, porque se é para começar cedo, por que não logo ao nascer?





Related Posts

memórias 7165134493833517731

2 comments

Adorei o post e o tema. Aqui somos todos viciados na leitura!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

Oi Chris, obrigada pela visita e que bom você ter gostado do tema. Os próximos posts continuarão no mesmo assunto.
Ler é mesmo uma ginástica da cabeça, para a gente não ficar sedentário mental... :)
Abraço, Daniella

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Olhando no espelho

Mãe lagarta em metamorfose permanente... com família a reboque mundo afora.

Brasil, Estados Unidos, Bolívia e Emirados. Água, terra, fogo e ar.

Porque sem sair do casulo, ninguém descobre a verdadeira identidade.

Receba por email

eu apoio