Cinquenta semanas

Lagarta Pintada Reply 10:05
Aproveitar o tempo não significa correr atrás de cada minuto. Você pode (e deve) desfrutar dos momentos com seus filhos sem olhar nos ponteiros do relógio.

Foto: Shutterstock
Viver conectado, constantemente atarefado e fazendo várias coisas ao mesmo tempo virou a norma. Chamar alguém de workaholic é elogio. A eficiência e a capacidade de ser multitarefa são atributos supervalorizados, não só no trabalho, mas também na vida pessoal.

Mas, a que preço? Somos seduzidos a manter uma preocupação constante com afazeres e compromissos; a estarmos cada vez menos relaxados, cada vez menos disponíveis emocionalmente. E os primeiros a refletirem nossas prioridades modernas são os filhos. Sem sentir, os induzimos a que eles reflitam o modelo de "sucesso" que estamos perseguindo.


E, quando finalmente a família consegue estar reunida em casa, o tempo é escasso e o cansaço, incontornável. Agora que as festas de fim de ano acabaram -- e antes que a loucura da rotina familiar bata na sua porta --, pense que você tem 50 semanas em 2014 para viver com seus filhos. Como você pretende aproveitar este tempo?



Dez maneiras de amar os filhos sem usar palavras

Lagarta Pintada Reply 01:38
Do contato visual às refeições em família: dicas simples que podem fazer a diferença para demonstrar afeto sem precisar dizer nada...




1) Faça contato visual: 


Olhar nos olhos só leva alguns segundos. Na maioria das vezes em que respondemos aos nossos filhos, porém, estamos focados em nossas próprias tarefas. Deixe o computador, o telefone ou os trabalhos domésticos de lado durante um instante e faça contato visual enquanto fala com ele. 


2) Toque nos seus filhos:

Todo ser humano precisa do toque físico. Se você não abraça os seus filhos o suficiente, eles vão procurar afeto físico em outro lugar. Toque no braço do seu filho enquanto fala com ele, pegue a mão dele quando caminham juntos, enlace-o com o braço quando ele chegar da escola. 


3) Deixe seus filhos dormirem:

A insônia nos deixa egoístas e mal-humorados. É difícil amar os outros quando estamos muito cansados. Dormir o suficiente reduz lesões e obesidade infantil e melhora o desempenho escolar e o sucesso social. Será que você mesmo não está cansado? 


4) Não grite com seus filhos:

Por que gritar? Controlar a raiva é essencial para o desenvolvimento do cérebro das crianças. O carinho atencioso aumenta o tamanho do hipocampo, a parte do cérebro que controla a tensão, a emoção e a memória, entre outras funções. Aprenda novas formas de lidar com seus filhos quando eles deixam você irritado. 


5) Reduza o tempo de atividades extracurriculares e invista mais tempo na vida familiar:

A maior parte do tempo que você passa com seus filhos é no carro? Talvez seja hora de reavaliar o planejamento extracurricular. Simplifique a vida deles – e a sua também!


6) Arrume tempo para brincadeiras criativas:


O desenvolvimento social e emocional não acontece na frente de uma tela. Seus filhos brincam ao ar livre, fazem casas na árvore, se envolvem em brincadeiras criativas? Vários estudos continuam mostrando que o brincar criativo desenvolve funções do cérebro importantes para as crianças chegarem mais longe em matemática e ciências e se desenvolverem melhor nas áreas intelectual, social e emocional. 




7) Faça as refeições em família:

Refeições em família estão associadas com:

- probabilidade 12% menor de sobrepeso
- consumo 20% menor de alimentos não saudáveis
- chance 35% menor de hábitos alimentares desordenados (anorexia, bulimia etc.).


8) Cuide deles quando estiverem doentes:

Quando o seu filho está gripado, não há ninguém que ele queira ao lado dele mais do que o pai e a mãe, cheios de amor. Os filhos dependem dos pais para se manterem saudáveis e os querem perto quando ficam doentes. Aliás, não está na hora de agendar um check-up para o seu filho? 



9) Cuide de você mesmo:

Você não pode amar os seus filhos se não amar a si mesmo. Você está sempre apressado, estressado e usando as duas primeiras coisas que encontra no armário? Então está na hora de cuidar melhor de si mesmo. Sono, alimentação, exercício e espiritualidade são essenciais. Se você não está dedicando tempo suficiente a isso, pense no que você precisa cortar para cuidar melhor de si mesmo.


10) Perdoe:

Como vamos ensinar os nossos filhos a perdoar se nós não os perdoamos e nem a nós mesmos???



(Extraído do texto "10 maneiras de amar os filhos sem usar palavras", da Dra. Kathleen M. Berchelmann, originalmente publicado no site www.aleteia.org)

Resoluções que podem fazer de você uma mãe (ou pai) melhor

Lagarta Pintada Reply 10:26

Agora é o momento de fazer as resoluções para cumprir ao longo do Ano Novo. Emagrecer, fazer mais exercício, voltar a estudar… Muito provavelmente as mesmas promessas que você já se fez no início do ano passado. Mas não pense que é só você, a maioria das pessoas passa pela mesma síndrome.
A má notícia é que muito provavelmente você não vai conseguir realizar todas as suas resoluções outra vez este ano. É comum a gente projetar mais do que é capaz de concretizar. Mas, pense bem, você não precisa ser perfeito. Você pode escolher melhorar um pouco em relação ao ano passado. Que tal se você escolhesse ser um pai ou uma mãe um pouquinho melhor?
Tecnologia do Blogger.

Olhando no espelho

Mãe lagarta em metamorfose permanente... com família a reboque mundo afora.

Brasil, Estados Unidos, Bolívia e Emirados. Água, terra, fogo e ar.

Porque sem sair do casulo, ninguém descobre a verdadeira identidade.

Receba por email

eu apoio